03
Nov 08

Weder Wilham: 'Modelo trabalha muito, mas também se diverte!'

Esse new-face brasileiro de 19 anos chamou a atenção do mundo da moda e já aparece em importantes editoriais fashion!

As revistas e sites internacionais comparam a beleza do paranaense Weder Wilham, de 19 anos, com a do ator Paul Newman (pergunte para sua mãe quem é esse galã hollywoodiano ou se jogue na Wikipedia).

Comparações à parte, esse new-face brasileiríssimo chamou a atenção do mundo da moda e já está começando a aparecer em importantes editoriais fashion.

A CAPRICHO conversou com Weder e perguntous tudinho sobre esse garoto que divide apartamento em São Paulo com dois outros modelos (já imaginou?), adora correr no Ibirapuera, prefere as morenas, as bem-humoradas e está solteiríssimo!

Como você entrou no mundo da moda?

Foi pelo orkut. Eu estava por lá de bobeira e espiei o orkut do Sérgio Mattos, dono da 40 Graus Models. Ele me mandou um recado dizendo que eu tinha um rosto bonito e pediu para eu ir na agência de Floripa fazer umas fotos. Deu certo. Fui pro Rio dias depois, fiz um book, desfilei no Fashion Rio (Soomer, Complexo B..) e já fiz editoriais de moda para muitas revistas internacionais.

Qual foi o trabalho mais marcante até agora?

Foi o da revista Vanity Fair, fotografada pelo Mario Testino. Foi uma edição especial do Brasil, que tinha a Gisele Bundchen na capa. Foi bem legal ter sido chamado para participar. Fiz também há pouco tempo um editorial na praia para a V Magazine que ainda vai ser publicado. Foi em Ipanema com outro modelo e uma menina.

Já teve vergonha de fazer alguma foto muito sensual?

Sim. Foi até nesse último ensaio que te falei em Ipanema. Me colocaram num shortinho bem curtinho. Nossa! Parecia aquelas cuequinhas antigas, samba-canção. Ela era bem vermelha, bem chamativa. Morri de vergonha. Depois tive que vestir uma sunga muito curtinha, marcando tudo. Fiquei com muita vergonha. Imagina! Em pleno posto 9, num domingo, a praia lotada e eu de sunguinha minúscula! Mas vale pela experiência! É a vida de modelo. Todo mundo lá sabia que eu tava trabalhando. Mesmo assim, passei vergonha. Era uma mini sunga!

Tem outros sonhos além de ser modelo?

Quero continuar na profissão. Aprendi a gostar quando comecei a trabalhar. Se pintar carreira de ator, eu também quero. Eu gosto de atuar. Tenho uma voz boa, uma presença legal. Mas também penso em fazer uma faculdade de Educação Física agora que acabei o terceiro ano. Eu jogo tênis, corro, adoro nadar. Curto esportes. Vamos ver!

Agora você saiu de Floripa. Está morando onde?

Agora eu tô morando em São Paulo, divido apartamento com dois amigos meus, que são modelos também, o Reinaldo Berthoti e o Leandro Ghidini.


Na foto acima, da esquerda para a direita, Weder, Reinaldo e Leandro. Que casa bem frequentada, hein?

E como é dividir um apartamento com dois caras? Muita zona?

Aqui é tranquilo. Quando morei em Milão era pior. Eu dividia com onze caras. Imagina! Onze modelos e um banheiro só. Era também uma máquinha de lavar só. Eram quatro andares, o quarto era gigante e dormiam uns três ou quatro lá. Era uma república gigante. Foi muito legal porque a gente conhece muita gente do Brasil, do mundo da moda. Foi uma experiência única.

E você está namorando agora?

Não tem como. Tô trabalhando tanto e agora tô morando com dois caras aqui (risos).

Então como vocês fazem pra namorar?

A gente dá um jeito. Quando um arranja uma garota, aí um avisa o outro que está levando. Aí esse que arranjou vê se ela tem uma amiga pra levar também. Daí a gente faz uma festinha (risos).

Que tipo de festinha?

Ah! A gente faz brigadeiro, vê filme e chama amigas e tal. A gente é modelo, trabalha muito, mas também se diverte! (risos).

Que tipo de menina você prefere?

Eu gosto de morena, mas sendo simpática e tranqüila, tá beleza. Ela tem que ser bem humorada e engraçada também porque eu gosto de me divertir. Eu sou de fazer muita piada e brincar com tudo. Então não pode ser uma menina emburrada. Prefiro uma menina que não seja modelo porque elas são muito assediadas quando vão fazer casting e tal. Os caras podem dar em cima, passar a mão... 

Você é ciumento?

Um pouco (risos).

Quando não está trabalhando, o que você gosta de fazer?

Vou ao parque. Quando estou no Rio, vou correr, vou à praia. Mas como agora tô morando em São Paulo, vou correr no Ibirapuera sempre. De noite, gosto de ir com meus amigos no Lotus, na Disco, no Cabaret [boates de São Paulo].

Então você corre todo dia no Ibirapuera?

Todo dia, sem falta.

E tem horário certo?

Tem. Todo dia, religiosamente, às 5:30 da tarde.

Você sabe que se a gente colocar isso na entrevista, você talvez encontre algumas meninas indo também correr nesse mesmo horário por lá?

Ah, é? (risos). Não tem problema. Eu tô solteiro. (risos)

publicado por Lloma Xavier às 00:06

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


arquivos
2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO